29 de mar de 2010

Drag Queen X Dançarina da noite



Cachê de Drag é maior que de dançarina.
Curioso! Embora façam praticamente a mesma coisa, ou seja, dançam, fazem show e divertem o público, a diferença de cachês beira a 100%.


Mulheres são sempre desvalorizadas, puro preconceito. Seus salários geralmente são inferiores ao dos homens e a jornada de trabalho sempre maior (salvo poucas excessões). Isso já é sabido e a luta por igualdade é antiga.

O curioso é saber que a mulher perde também para as drag quenn que são homens travestidos de mulher.

Em entrevista aos jornalistas, Eliana e Dicesar fizeram comentários sobre os seus cachês:

Dicesar - Agora que ganhou mais popularidade, Dicesar se diverte quando o assunto é o aumento no cachê de suas apresentações: “O cachê vai aumentar de R$ 500 para…quero montar o meu o puxadinho.”

Lia - “Acho que posso aproveitar essa fase para elevar o meu cachê e voltar a dançar. Não tinha cachê fixo, as vezes cobrava R$ 200 e quando era data festiva o valor era maior..."

Dicesar que se auto denunciou como um HETEROFÓBICO que odeia homens numa entrevista anterior ao BBB, e mesmo assim reclama constantemente de ser vítima de preconceitos por sua condição de homossexual, diante desse comparativo de cachês, talvez conviesse reavaliar seus conceitos.

E as mulheres vítimas eternas de preconceitos reais, junto com os idosos, crianças e deficientes físicos, têm apenas que continuar na luta e esperar que algum dia as verdadeiras desigualdades sejam banidas de nosso país.

Nenhum comentário: