29 de mar de 2010

LIA KHEY perde por 1%

Lia, A Dançarina da Noite como é conhecida, deixa o BBB10 por apenas 1% de diferença para sua parceira Fernanda, a dentista. As torcidas discordam do resultado porque o site da Globo ficou fora do ar e não foi possível continuarem votando na ultima hora o que poderia dar a diferença. Lia foi o tempero desta edição. Sempre presente, sempre inflamada, às vezes chorona, muitas vezes alegre, briguenta, ciumenta, companheira, e fiel. Merecia ganhar? Se compararmos com sua rival Fernanda, provavelmente merecesse sim, uma vez que a Fernanda foi ausente a maior parte do BBB10 e só no final resolveu ser ativa após uma ''chamada'' da produção, demonstrando a partir dali, atitudes totalmente às avessas e incoerrentes. Lia jogou mas jogou limpo. Cumpriu seu papel ali. Em resposta aos jornalistas ela disse: (Fonte Ego) Questionada se teria ciúmes de ver Cadu com Fernanda dentro da casa, Lia disparou: “Ele é meu amigo, vou viver tendo ciúmes. Sou mulher e muito ciumenta. Essa sou eu. “Senti tesão por ele. Sou mulher, ele é homem, é lindo e sobre tudo o mais importante foi que lá dentro ele me deu apoio, ombro. É amor e se pode amar um amigo. Ele é uma pessoa maravilhosa e amo ele de verdade.” “Esperava que pudesse sair sim, tudo pode acontecer. Todas as pessoas li foram muito queridas, independente das diferenças. Está tudo muito coladinho, bem disputado. Agora não tem mais aqueles índices altos de rejeição. Não vi ninguém como vilão e nem mocinho. O Cadu é apaixonante, um menino que tem um caminho incrível, torço por ele.” “Na noite, de uma certa forma todo mundo sorri pra você e quer te agradar. Eu não sou assim. A minha postura no trabalho é a marrenta, falando sério. Me vejo com um monte de gente mas ali ninguém é amigo de verdade. Falo muito pelo telefone com os meus amigos quando realmente preciso. Me vi tendo muito carinho dentro da casa.” Sobre Marcelo Dourado ela diz: “Ele foi rejeitado no começo do jogo e pegaram ele para Cristo. Ele não vejo ele como homofóbico, só vive num meio que não tem gays, era um estranho no ninho. Se ele fosse homofóbico ele não colocaria a mão no Serginho quando ele se machucou. O Dourado saiu pela primeira vez com um índice de rejeição muito grande. Ele tem um temperamento forte, mas tem um coração muito grande. Ele conseguiu mostrar pra todo mundo que por trás de uma carcaça existe um coração. Ele é vencedor e aprendeu com os erros. Ele tem família, é leal aos amigos, respeita os pais e jogou sim. Foi um malandro no bom sentido. A vantagem dele é de vida e não de ter participado de outra edição” Seu ex: Sobre Luciano Auriemma com que Lia mantinha um romance ela conta que terminaram antes dela entrar no programa da Globo. Agora espera para ver como fica a sua vida.
“Sou dançarina, trabalho na noite e o fato de estar com uma mulher que dança na noite é complicado. Ele terminou um relacionamento longo e se a gente voltar eu não sei. Antes eu precisava trabalhar, dançar, tinha as minhas contas para pagar. Agora as coisas vão melhorar. Já estava difícil ter namorado por causa do trabalho. Não quero homem me sustentando”, disse Lia. Boa sorte Lia!

Nenhum comentário: