18 de jan de 2011

Destino das Crianças Órfãs da Tragédia

 ALERTA - crianças órfãs da tragédia poderão ser vítimas de quadrilhas de PEDÓFILOS e do TRÁFICO DE ÓRGÃOS, a exemplo do que ocorreu no Haiti.  FIQUEM ATENTOS COM NOSSAS CRIANÇAS Quando sózinhas, elas devem ser encaminhadas  á VARA DA INFÂNCIA E JUVENTUDE, NO FÓRUM e também há um atendimento especial no GINÁSIO  PEDRÃO no centro.

 - Veja abaixo algumas fotos de crianças que estão desaparecidas.

AS CRIANÇAS ÓRFÃS DA TRAGÉDIA DO RIO

Rosane Costa, diretora do Hospital das Clíncas, informa que as crianças encaminhadas ao hospital, algumas com traumas sérios ou escoriações, e que perderam seus pais, estão sendo acompanhadas por algum parente e psicólogos que têm a difícil tarefa de confortar e tentar amenizar o sofrimento da perda, da saudade e fazê-las compreender de uma forma mais suave a grande tragédia que se abateu sobre elas.



ESCLARECIMENTO


A Vara da Infância e do Idoso esclarece que não existe nenhuma lista de cadastro para adoção por enquanto. As crianças que perderam seus pais e se encontrarem em boas condições de saúde, estarão sendo encaminhadas aos abrigos e posteriormente serão levadas a guardiões já cadastrados anteriormente e inscritos no Programa Lar Acolhedor.

Em princípio a Justiça fará o levantamento das crianças órfãs e a intenção é repassá-las primeiramente para parentes próximos que sobreviveram.

Visinhos e amigos que tenham acolhido estas crianças cujos pais morreram devem comparecer à Vara da Infância e da Juventude para regularizar a situação. Informam ainda que além do atendimento regular no Fórum, há um plantão permanente no ginásio Pedrão, no centro.
 
 
PROCURA-SE
 
Felipe Barbosa Siess Júnior tem


5 anos e é de Petrópolis (Foto:

Arquivo pessoal)

"Procuro Felipe Barbosa Siess Júnior. Tem 5 anos de idade e desapareceu durante a enchente que ocorreu no município de Petrópolis. Segundo informações ele estaria em um abrigo, mas até agora a família não conseguiu localizá-lo. Por favor, se alguém tiver qualquer notícia sobre nosso pequeno Felipinho, nos avise imediatamente pelos telefones: (24) 22251713 ou (24) 92209693, falar com Reginaldo - (24) 92053064, falar com Beatriz - (24) 88030089, falar com Renato - (24) 22227141, falar com Jane", Thais Bastos Siess.

Felipe Barbosa Siess Júnior se perdeu do pai quando a família escapava da casa, que foi subitamente tomada pelas águas no Vale do Cuiabá, o bairro que foi mais atingido na região.


O pai afirma ter visto o filho em um abrigo, ao assistir uma reportagem na televisão. Já perambulou por vários locais, chegou a ir a Teresópolis - outra cidade devastada pelas chuvas -, mas não encontrou o menino. Esperança e desespero se misturam no rosto do casal, que parece perdido no meio de tanta dor.
--------------------------------------------------------------------------------------------------------


DEJANINE DA SILVA - SEUS PAIS ESTÃO NO HOSPITAL - ELA SE ENCONTRA DESAPARECIDA
INFORMAÇÕES JUNTO AOS ÓRGÃOS DA PREFEITURA LOCAL
--------------------------------------------------------------------------------
Da esquerda para a direita: Vitória Garcia Medeiros, Maria da Conceição Silva Milhoraens, Mayron Jesus Paula, Maria Eduarda Maciel Jesus e Marcelo Amorim da Silva (Foto: Divulgação / Prefeitura de Teresópolis)
Informações junto a prefeitura de Teresópolis
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------


OUTRAS FOTOS DE CRIANÇAS E ADULTOS QUE ESTÃO SENDO PROCURADOS PELAS FAMÍLIAS E AMIGOS SOS RIO - Você viu estas pessoas?

Nenhum comentário: