7 de fev de 2011

O polêmico Show de Ben Harper no Campeche

Esta é uma história que vai marcar para sempre os habitantes do pequeno bairro do Campeche no sul da Ilha de Florianópolis em Santa Catarina.

Muito recentemente o Campeche tornou-se ponto de referência internacional para a prática do Kitesurf, Windsurf e Stand Up Paddle com a realização do Festival Internacional em suas águas frias e agitadas, e o
Point do Riozinho a cada ano que passa torna-se mais frequentado, recebendo turistas e esportistas que chegam de todas as partes do Brasil e exterior.

Quando Ben Harper confirmou sua vinda ao Brasil, foi realizada uma votação pela internet para escolher entre três Estados o que realizaria o show: Búzios (RJ), Maresias (SP) e Campeche (SC). Surpreendentemente, Campeche ganhou disparado com 51% dos votos, o que não agradou nada aos moradores locais que imediatamente se organizaram em manifestações contrárias na esperança de cancelar o show.

Pequena, sem infra-estrutura adequada, paraíso natural, como Campeche poderia receber os milhares de fãs do cantor pop internacional? Uma verdadeira guerra de interesses marcou a semana que antecedeu a vinda de Ben Harper, com manifestações públicas, protestos, passeatas, repórteres por todos os lados, Floram (Fundação municipal do Meio Ambiente), Ministério Público, Prefeitura e uma verdadeira artilharia com prós e contras atiçaram a opinião pública e mídia local.

Enquanto a confusão se armava no Campeche, outro problema acontecia no site da SKOL, patrocinadora do evento.  Os milhares de fãs que tentavam acessar a página onde seriam feitas as inscrições para o sorteio e que distribuiria oito mil ingressos em troca de dois quilos de alimentos congestionou o site, ocasionando enorme transtorno. Sem o link do cadastro liberado e receosos de não conseguirem ingressos, os internautas invadiram o Twitter e a comunidade no Orkut na tentativa de descobrir o que acontecia.

A menos de 24 horas do show, com todas as pousadas e hotéis da região já lotados, a polêmica e incertezas continuavam. Somente às 21 horas da noite da sexta-feira, a juíza do MP liberou o show, mediante o compromisso da promotora do evento cumprir todas as exigências para com a preservação do meio ambiente. Foi decidido ainda que houvesse mais um show extra no domingo para atender a demanda e acalmar os ânimos dos fãs que não conseguiriam adentrar ao espaço restrito onde se apresentaria Ben  Harper.

Apesar de tantos contratempos o sucesso foi estrondoso, contando com a presença de muitos famosos que também vieram prestigiar o astro.  No domingo, já no encerramento, a

cantora Vanessa Damata praticamente invadiu o palco e cantou junto com Ben a canção final, levando o público e o cantor Donavon Frankenreiter que também participara do evento, ao delírio total .

Valeram as filas, valeu o estress da incerteza e valeu também  a chuva que caiu abençoada  no final da tarde  refrescando os que haviam passado o dia inteiro debaixo do sol de quase 40°, à espera daquele momento inesquecível e que ficará gravado para sempre na lembrança dos manézinhos (nativos da Ilha). No final eles se renderam ao evento e num autêntico dialeto manezês disseram:  altos show...!


Como comentou nosso querido Cacau Menezes, Ben Harper arrasou, encantou  e se encantou com a praia que podia ser vista do alto do palco a alguns metros de distância, lotada de lindas mulheres e homens não menos maravilhosos diante do imenso mar azul. Com certeza, um espetáculo também inesquecivel ao olhos de Ben Harper.

Veja também: Riozinho, o paraíso é logo ali

Curiosidade:

Alguns dos requisitos para ser um Manezinho

Ser simples, pois a simplicidade é a virtude maior do manezinho;
Ser fiel as suas tradições, como apreciar um boi-de-mamão ou um terno de reis;
Gostar de bater um dominó com a manezada;
Saber pescar siri com jereré ou coca, cozinhá-lo e, principalmente abri-lo à moda antiga, ou seja, sem talheres, somente as mãos, para assim degustá-la com prazer;
Ter participado da festa do divino ou da procissão do Senhor dos Passos;
Saber reconhecer o peixe fresco do congelado;
Saber arrastar uma rede segurando na fieira e não no isopor;
Saber jogar a tarrafa sem fazer dela um oito;
Ter um passarinho de gaiola, desde que bem cuidado e tratado;
Ter total domínio do dialeto "manezês" pronunciando o mesmo com a entonação e velocidade que o mesmo exige;
Ter total domínio das fontes auditivas para entender o que o outro manezinho fala;
Adorar, respeitar, idolatrar e amar a Ilha até que a morte os separe.

2 comentários:

DLE disse...

Ben Harper + Santa Catarina, com suas praias repletas de seres belíssimos, não poderia dar outra coisa senão esse estrondoso sucesso. Soube que até Sabrina Sato, entre outras estrelas, brilharam com a luz de Ben... Muito legal. Depois da correria, tudo deu muuuito certo...

RE disse...

HEHE..a Sabrina mexeu com o imaginário masculino... A menina é um sucesso!