25 de mai de 2011

No combate ao crack - Rio de Janeiro

Casa Viva -  Rio de Janeiro ganha uma casa de reabilitação para crianças e adolescentes consumidores de crack.
O secretário Rodrigo Bethlem, em frente à Casa Viva Foto: Guilherme Pinto / Extra
Ana Carolina Torres

Num esforço conjunto das Secretarias Municipal de Assistência Social e Estadual de Saúde, a Casa Viva, situada em Laranjeiras, zona sul da cidade, tem capacidade para atender 25 crianças e adolescentes entre 8 e 14 anos, que se encontram em dependência crítica de consumo de drogas e que já estejam vivendo em abrigos municipais.

Um equipe de assistentes sociais, educadores, psicólogos, enfermeiros e médicos estarão se empenhando para ajudar os jovens a se livrarem do vício.

De acordo com Rodrigo Bethlem, secretário municipal de Assistência Social, a Casa Viva é um projeto piloto a partir da qual pretende-se construir novas unidades.

A dependência do crack é um grande problema de saúde pública não só no Rio de Janeiro mas em todas as grandes cidades brasileiras. As estimativas indicam que o consumo do crack no Brasil possa conduzir à morte cerca de 300 mil pessoas nos próximos quatro anos.

Nenhum comentário: