17 de mar de 2013

20 MIL POR INFORMAÇÕES SOBRE O DESAPARECIMENTO DE FERNANDA ELLEN E REBECA CRISTINA

ATUALIZAÇÃO - A menina Fernanda Ellen foi encontrada sem vida.
Família lama justiça: http://nblo.gs/Kcbj3


--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

O secretário de Segurança e Defesa Social, Cláudio Lima, anunciou nesta quinta-feira (14) que está sendo oferecida, por meio da iniciativa de um grupo de empresários, uma recompensa no valor de R$ 20 mil às pessoas que ajudem a Polícia Civil a elucidar os crimes contra as estudantes Rebeca Cristina e Fernanda Ellen, desaparecidas em João Pessoa.
Fernanda Ellen (esq.)                                                Rebeca Cristina (dir.)

“Apenas aquelas que contribuírem de forma direta para a elucidação final desses crimes é que serão recompensadas. O trote é crime e as pessoas que utilizarem este instrumento de forma ilegal serão devidamente responsabilizadas”
Cláudio Lima explicou que os valores - RS 10 mil para o caso de Fernanda Ellen e R$ 10 mil para o de Rebeca – serão financiados por parceiros da instituição, já que o Estado não dispõe de uma previsão orçamentária para esse tipo de ação. Ele destacou, ainda, que todas as informações serão investigadas. 

Desde o início das investigações do desaparecimento de Fernanda Ellen, a polícia teria recebido inúmeras ligações com informações falsas sobre o paradeiro da garota, o que acabou comprometendo as investigações. A família da menina, amigos e vizinhos chegaram a realizar uma passeata pedindo o fim dos trotes ao serviço de informações da polícia. Sobre a evolução do caso, o secretário Cláudio Lima disse que mais de 40 pessoas foram ouvidas nos últimos dois meses após o desaparecimento de Fernanda. 

“Houve avanço na linha de investigação e dentro de 30 ou 35 dias nós vamos ter o resultado apresentado para imprensa”, disse.

Rebeca Cristina, de 15 anos, foi encontrada morta em julho de 2011. Ela estava desaparecida há dias quando a polícia localizou o corpo em um matagal de Jacarapé, em João Pessoa, com sinais de violência sexual. Até hoje, o autor do crime não foi identificado. Já Fernanda Ellen, de 11 anos, desapareceu em janeiro deste ano, no bairro do Alto do Mateus. O caso gerou grande comoção na cidade, mas até então a família não conseguiu nenhuma informação relevante sobre o paradeiro da menina, que saiu de casa para buscar o boletim na escola no dia 7 de janeiro e não mais voltou.

► As pessoas que tiverem informações seguras sobre esses dois casos devem ligar para o Disque Denúncia da Secretaria da Segurança e da Defesa Social (Seds), através do número 197, ou diretamente para o gabinete do secretário, no número (83) 3213 9003. O Disque Denúncia garante o sigilo do autor da queixa, mas haverá um mecanismo de identificação - apenas para a polícia - para que o(s) denunciante(s) possa(m) receber o eventual pagamento da recompensa.

Nenhum comentário: