15 de jul de 2010

ESTUPRADORES MIRINS A SOLTA, CUIDADO!

Este post permanecerá no topo até que a justiça preste esclarecimentos à sociedade sobre este crime bárbaro para que não seja mais um a cair no esquecimento.

Crime bárbaro – 
ENVOLVE  DONO DA RBS FILIADA DA GLOBO‏
28/06/2010


Tentaram manter segredo mas a notícia vazou na net e o crime alcança a mídia nacional .

O CRIME QUE NÃO QUER CALAR
Mães pedem Justiça! Uma menina de 13 anos é barbaramente torturada, estuprada e quase
 morta por três adolescentes menores de idade, filhos de um delegado e um grande empresário, dono da maior rede de jornais e TV do Sul do Brasil.
" Ela só tem 13 anos. Muito estudiosa, educada e de uma família muito culta e amorosa com seus filhos. Daquelas crianças que antes de dormir ainda vão dar boa noite aos pais, daquelas que a mãe passa nos quartos para cobrir seus filhos e dizer: “Boa noite meu amor, a mamãe te ama (o pai te ama), fique com Deus!”." Conta a amiga chocada com a violência.

Assim começa este terrível relato que abalou a capital catarinense e só veio a tona, quase um mês depois, graças à divulgação em Blogs e sites independentes, alguns tirados do ar por divulgarem os nomes proibidos.
A mídia ficou calada todo este tempo, por que será?
Uma carta assinada pelas mães de alunas do colégio Catarinense, um dos mais tradicionais da cidade, denuncia o crime hediondo mantido em segredo por várias semanas.

Trechos da carta enviado pelas mães para sites da internet:
"Caros leitores,
Estamos nos dirigindo a vocês, por ser nosso único meio de comunicação ainda livre de controle da informação falada e escrita, especialmente para o nosso caso de Florianópolis onde o domínio é total pela RBS que controla tudo.
Somos um grupo de mães do tradicional Colégio Catarinense de Florianópolis. É de conhecimento geral de que se trata de um colégio  no qual estudam os filhos das famílias mais tradicionais, influentes e ricas de nossa Cidade, ou seja, a chamada “elite” Florianopolitana. Neste momento em que escrevemos isso estamos profundamente envergonhadas, pois este colégio está se tornando uma escola formadora de alunos pedantes, arrogantes, sem escrúpulos, sem noção do que é certo ou errado, pois esta escola está travestida de uma impunidade para os atos de seus alunos de pais influentes.
- Já não bastassem que há anos existam drogas circulando pelas dependências da escola, trazidas e servidas pois filhos de pais influentes;
- Já não bastassem que há anos acontece de tudo nas dependências da escola, como cheirar, fumar todos os tipos de fumo, transar, bater e intimidar os mais fracos;
- Já não bastassem as gangues famosas do Catarinense ameaçando os próprios alunos que não fazem parte, ou andando pela cidade ameaçando alunos de outras escolas, ou nas baladas cantando de galos, ou lutando entre si até sangrarem como já apareceu na TV;
Como se isso não bastasse, sem que nós pais pouco ou nada pudéssemos fazer junto a Direção do Colégio para que tomassem uma atitude com essa permissividade absurda que estava crescendo nas dependências da escola, principalmente em relação a esses filhos dessa elite maldita de nossa Cidade, agora temos um estupro de uma de nossas adolescentes. Isso mesmo, uma aluna do Colégio Catarinense foi brutalmente estuprada por três colegas, igualmente com 14 anos cada e colegas do mesmo colégio.
Tomamos essa medida de contar esta história que aconteceu há poucos dias (hoje é 28/06/2010), mas que está sendo abafada pela imprensa, porque um dos alunos estupradores é o filho de 14 anos do Sr. Sérgio Sirotsky, um dos Diretores da RBS TV e o outro é o Bruno, filho de um Delegado de Polícia da Cidade. O outro aluno ainda não conseguimos levantar. Quanto ao nome da adolescente, não divulgaremos a pedido da família que está em choque. O que podemos divulgar é que a garota fez o exame de corpo de delito e o processo esta correndo em sigilo (o sigilo não foi pedido pelos pais da garota e sim pelo Delegado e pelo Sr. Sérgio Sirotsky pra preservar os delinquentes e estupradores de seus filhos). "
------------------------------------------------------------------------------------------------------
A carta segue  contando em detalhes a forma cruel como a menina foi subjugada e estuprada pelos  três  adolescentes covardes, que usaram  de vários meios de tortura incluindo  um controle remoto e a tentativa de sufocar  a garota, constando ainda a informação  que foi induzida a tomar o boa noite cinderela quando ainda estava no Shopping.
O que mais revolta a população é o fato que esta barbárie não será devidamente punida por envolver  filhinhos de papai e gente influente  não só  em Florianópolis, mas em todo estado de SC e RS, uma vez que a RBS, afiliada da Globo,  é dona de uma extensa rede de jornais.
Nota da RBS:
Sobre informações que estão circulando na internet envolvendo menores, o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), com o intuito de proteger e evitar dano a cidadãos ainda em formação, proíbe, em seu artigo 247, a identificação de menores vítimas ou de alguma forma relacionados a atos infracionais...(Veja na íntegra..)
Esta foi a explicação dada pelo DC Catarinense depois que a notícia vazou na net.  Todos sabem que o motivo real não foi este,  já que em outros casos semelhantes a mídia costuma dar ampla divulgação  porque tragédias e crimes hediondos dão ibope e vendem jornais. Desta vez apenas um incômodo silêncio.

O Colégio Catarinense também emitiu nota afirmando que os envolvidos não são seus alunos.
Culpado são os blogs diz a Rede Ric da Record
Rede Ric faz reportagem e confirma que já sabia do caso mas se manteve neutra. Somente depois que o caso vazou na net é que ela fez a reportagem e acusa os blogs por denunciarem o caso. Assista ao vídeo da reportagem  http://www.youtube.com/watch?v=QluYahWv6Ms.
Retirado do Site doTijoladas
E agora?
Irão mandar o monstrinho estuprador, como está sendo chamado  o filho do empresário, para Califórnia, conforme  está sendo divulgado?
E o filho do delegado? O pai vai mandar para o exterior também, ou vai prender  o filho criminoso?
E o Senador Magno Malta, agora candidato, acostumado com casos de estupro, o que diz de tudo isso? Será admissível continuarmos com esta impunidade onde marginais se formam porque a Lei é conivente e induz ao crime?
Porque então os pais não são responsabilizados pelos atos de filhos menores?
E a vítima? Uma menina de 13 para 14 anos,  terá que sobreviver com este trauma para o resto da vida, e que Deus a ajude a superar isso,  como fica a situação dela?

O Estatuto protege os criminosos mirins e quem protege a vítima mirim?
Será que serviços comunitários irão ensinar estes jovens o que anos de educação familiar e melhores colégios não conseguiram fazer?
-----------------------------------------------------

JOVENS SEM LEI
O estatuto da criança e adolescente determina que não podem ser divulgadas imagens, nomes e nem iniciais de menores. O Brasil (além do Peru e Colômbia) é um dos poucos países onde a maioridade penal é de 18 anos, entretanto se o adolescente comete alguma infração a partir dos doze anos ele poderá sofrer punições, como advertência, prestação de serviços e, caso ele cometa homicídios, será encaminhado para estabelecimentos educacionais especiais para jovens, QUE NUNCA FUNCIONAM.

Não sou contra a Lei do ECA e sim das falhas que ela contém. Não será um simples parágrafo em determinada lei que irá realizar milagres e desviar os jovens do crime, pelo contrário, ela incentiva a irresponsabilidade nos adolescentes que se julgam acima da lei e cometem barbáries sem fim.

Crimes hediondos como o caso do menino João Hélio em 2007 que foi arrastado até a morte por um carro com menores envolvidos, são exemplos tristes do que acontece. O menor foi condenado a cumprir sócio educativa em uma instituição para jovens infratores por três anos e libertado. Os pais de João Hélio carregarão até o último dia de suas vidas a dor da morte de seu filho de apenas 6 anos de idade.

A 15 dias atrás, um grupo de menores assaltou um posto de gasolina em Florianópolis armados com METRALHADORA e usando COLETES A PROVA DE BALA. Após o assalto, confronto com a polícia e tiroteio, escaparam e invadiram duas residências onde fizeram reféns um senhor de 78 e uma senhora de 76 anos, que só foram libertados após muita negociação.

Se o Estatuto da Criança protege este tipo de gente que não tem nada de inocentes dentro de si, porque não protege as vítimas como o João Hélio e esta menina de 13 anos e tantas outras, que também são crianças?

Muito fácil criar uma lei como quem diz: Está aí, usem a lei, o resto é com vocês. Fizemos nossa obrigação, agora lavamos as mãos.. Se virem!

É mais ou menos assim que acontece.


Carta com o depoimento na íntegra

3 comentários:

Saramar disse...

Há alguns dias, pesquisando na rede sobre pedofilia (tema de um texto que pretendo publicar em meu blog), eu me deparei com um questionamento: "adolescentes podem ser pedófilos?".
Infelizmente, a resposta é sim. E, com base no que andei lendo, o tal do bullying, que os inimputáveis joveis brasileiros importaram dos EUA, geralmente é praticado pelos filhos das classes mais privilegiadas.
Ora, por que será que os nossos legisladores foram tão "avançados" a ponto de aprovar uma norma como a Lei 8069/90, conhecida como Estatuto da Criança e do Adolescente?
A resposta está neste post que estou comentando: os nossos "representantes" e a elite amoral que os apoia, além de se considerar superiores aos cidadãos, demonstram aos seus filhos (por pensamentos, palavras e obras) que são imunes, inalcançáveis, inimputáveis. Criaram uma lei para garantir a liberdade dos seus rebentos.
Não sou radical, não sou comunista (ao contrário), mas considero este tal de ECA uma arma perigosíssima apontada para as famílias e usada contra elas para defender criminosos como estes que praticaram este crime covarde com a adolescente.
Como foi dito neste post, a internet é um instrumento de divulgação e denúncia que, espero, ajudará a impedir que criminosos sejam protegidos por uma lei equivocada e pela indecente apatia dos que deveriam nos defender.

Rosa ou Espinho disse...

Sim, é verdade amiga. A idade penal é uma questão muito polêmica porque o ECA tem por objetivo garantir a integridade das crianças e adolescentes, o que de fato era necessário, porém a forma de punição (ou correção) aos jovens criminosos está muito distante de um modelo eficiente.

Juristas afirmam que a Lei está certa e que os adolescentes de 12 a 18 anos também respondem aos atos infracionais igual aos adultos e quando cometem um crime podem ser presos, processados e se condenados, cumprir pena, porém as
medidas que deveriam ser aplicadas para recuperar e reintegrar o jovem à comunidade são falhas e quando aplicadas transformam-se em castigos (correções) ineficazes, a exemplo do que acontece em prisões comuns.

Vítimas de pais irresponsáveis, crianças são abandonadas em instituições ou na rua onde encontram o caminho da marginalidade e se tornam vítimas das drogas, abusos sexuais e exploradas no trabalho. Outras são vítimas da violência doméstica e fogem de casa.

Mesmo em famílias estáveis e de bons costumes a omissão gera problemas. Ou é o protecionismo excessivo dos pais que gera adultos irresponsáveis ou pais desleixados que largam filhos por horas a fio diante de um vídeo
game ou computador sem nenhuma regra ou limite.

O sistema é falho porém a Sociedade, Estado e Família têm responsabilidades na educação e no desenvolvimento de uma criança a fim de que ela se transforme num
indivíduo capaz de viver em harmonia numa comunidade.

mariana disse...

Apesar de respeitar a opinião de todos,não consigo compreeder que a redução da maioridade penal "melhoraria" a questão dos adolescentes, o que falta é politicas públicas e analizar e trabalhar com o contexto familiar desses adolescentes, grande parte vivencia violencia o tempo todo, e abusado... Vamos mudar este contexto e não piorar ainda mais....