1 de mai de 2013

Dono de creche e ex deputado acusado de abuso sexual e de manter crianças em cárcere privado



                               Duduco - Nilson Nelson Machado
"Toda vida eu trabalhei contra esse tipo de relacionamento, 
mas agora que eu fui mais fraco, eu fui",


ABUSO SEXUAL, AGRESSÕES, COAÇÃO E CÁRCERE PRIVADO

Nilson Nelson Machado (52), o 'Duduco' como é conhecido por todos em Florianópolis  já foi deputado, atualmente é suplente de vereador e há 30 anos mantém uma creche na capital catarinense. Ele é alvo de investigação do Ministério Público e suspeito de abusar sexualmente de crianças, agressão e manter em cárcere privado crianças e jovens  ligados ao trabalho social que ele realiza.

CARISMA E POPULARIDADE

 Solteiro, 52 anos, dono da Creche Duduco onde mantinha um trabalho social junto às crianças, foi deputado estadual  e em 2012 candidatou-se  a vereador ficando como Suplente em Florianópolis com 2.430 votos (1,03% dos votos).

Uma boa pessoa! É assim que Duduco era visto e a denúncia abriu polêmica causando  grande  revolta na população florianopolitana, ao saber das denúncias de abuso sexual e violência com as crianças.


INVESTIGAÇÃO e CONFISSÃO

Durante oito meses a RBS realizou uma investigação cuidadosa, ouviu testemunhas, juntou documentos e teve acesso ao processo que está na justiça.


Filmado e gravado sem saber Nilson, o Duduco, confessa:

"Na minha fraqueza eu me envolvi com [...] e mantive relacionamento com [...]

Mais tarde em entrevista ele nega tudo.


"Ele tinha duas caras, duas personalidades, na frente das pessoas sorria, mostrava um trabalho bonito, mas ninguém sabia o que se passava dentro da casa". (testemunha)

Outra testemunha, hoje com 12 anos, conta que  morou no local até o ano passado. Ele era obrigado a prestar 'favores sexuais' em troca de um prato de comida.  "Ele me chamava no quarto para ver se eu tava com fome, dai ele trancava a porta do quarto, me levava pra cama, tirava a roupa e fazia' isso' a força..."

Uma adolescente de 14 anos conta que sofria espancamento. " Ele batia na gente de cinta, de sandália, pegava pelo cabelo e sacudia a gente... e fazia a gente comer resto de comida do lixo."

DENÚNCIA

Quatro pessoas foram detidas após ocorrência de agressão contra a mulher que teria denunciado o ex deputado Duduco nesta quarta-feria (1). A Polícia Militar recebeu o chamado às 13:16 h e  dirigiu-se ao local, na Rua  Clemente Roveri, centro de  Florianópolis. Os agressores foram detidos e encaminhados junto com a mulher para a delegacia de  polícia.

Em entrevista Duduco afirmou que  todos são ''seus filhos'', os jovens agressores e a mulher agredida. O ex-deputado disse que vai tentar ainda nesta tarde resolver o caso. "Estou em contato com meu advogado e vamos marcar uma entrevista coletiva, mas a jovem que denunciou e outros que falaram na reportagem moraram na minha casa durante muito tempo. Tudo não passa de uma grande briga de família que já existe há muito tempo. Estou à disposição e quero esclarecer tudo", afirmou ele.

Uma ex-funcionária, demitida por Nilson, confirmou as denúncias de abuso sexual, dizendo que as crianças dormiam às vezes no mesmo quarto que ele.

MINISTÉRIO PÚBLICO

No inquérito policial  com cerca de 200 folhas, a autoridade pede para que sejam apreendidos computadores e câmeras fotográficas que possam comprovar os abusos. O ministério Público, até data de hoje, ainda não se manifestou sobre o caso.

VÍDEO COM A CONFISSÃO DE DUDUCO - Acesse a página do G1


_______________________







28 de abr de 2013

Famosos se sensibilizam com o sequestro de Ida Verônica (8) nas redes sociais

Pais biológicos principais suspeitos do sequestro da menina de 8 anos - 



Uma família do tradicional bairro Porto, de Cuiabá, vive um drama desde às 12h30 desta sexta-feira (26). Uma menina de apenas oito anos de idade foi sequestrada dentro da residência da família por um homem armado. As informações da Polícia dão conta de que Ida Verônica é filha  biológica de um casal de traficantes internacionais

SEQUESTRO - POLÍCIA INVESTIGA SEQUESTRO DE MENINA DE 8 ANOS.


A Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), da Polícia Civil, está investigando o sequestro de Ida Verônica Feliz, de 8 anos, em Cuiabá. Dois homens armados teriam cometido o crime que ocorreu no bairro Porto.  Eles teriam se aproximado em um Celta branco com vidros fumê, pedindo informações sobre uma venda de terreno. Pediram um copo de água para a irmã de Verônica e a renderam levando a criança.
“Eles deixaram claro para a Danielle que queriam a criança. Não pediram nenhum objeto de valor, nem nada, perguntaram só pela criança”, afirmou Leonardo Siqueira, primo das irmãs.

Conforme os policiais, a suspeita do crime recai sobre os pais biológicos da menina. O pai, um italiano de 46 anos, teria sido condenado por tráfico internacional, cumpriu pena em Cuiabá e deixou a prisão em 2010, tendo sido expulso do país.
A mãe, natural da República Dominicana, também teria sido presa e cumpriu pena em Santa Catarina. Ela já deixou o país.

Segundo o GCCO, desde então, os pais adotivos passaram a desconfiar que a filha corria o risco de ser sequestrada pelos pais biológicos. Ela foi adotada desde bebê por uma família que reside em Cuiabá.
Outro filho adotivo, de 4 anos, também teria sido sequestrado hoje, no mesmo horário, em Santa Catarina, onde vivia com outra família, segundo Siqueira.
Os pais adotivos disseram à Polícia que a mãe biológica chegou a vir a Cuiabá para tentar levar a menina, mas não obteve êxito.

Antes de ir embora, a mãe biológica avisou que contaria com "bolivianos" para sequestrar a filha. Suspeita-se que sejam traficantes.

“A família já recebeu vários telefonemas dos pais da Verônica ameaçando sequestrá-la. Por isso, suspeitamos dos dois”, afirmou.


REPERCUSSÃO NA REDE  ENTRE OS FAMOSOS

A notícia  comoveu toda a população que está fazendo intensa campanha na Rede Facebook, Twitter e muitos famosos também estão  compartilhando  via instagram.  Entre eles o jogador do Corinthians, Alexandre Pato, o casal sertanejo Maria Cecília e Rodolfo, a filha do empresário e apresentador Roberto Justus, Fabiana Justus, a cantora sertaneja Thaeme Mariôto, da dupla Thaeme e Thiago e outros mais, todos deixando mensagens com a foto ""Urgente: Foi sequestrada agora pouco em Cuiabá. Informações pelo tel 65-93070763".





------------------------------------

SOS EMBAIXADA BRASILEIRA Jovem desaparecido na Italia


ESTÁ DESAPARECIDO NA ITÁLIA

Fernando Henrique Oliveira Fernandes, 19 anos
Desaparecido na Itália (Foto Familia)
“Eu estou preocupada porque ele sempre mandava mensagem na internet ou ligava e não fez mais isso”, relata a avó.

A família dele mora no bairro São José em Barra do Garças. Segundo eles, Fernando Henrique juntou dinheiro durante um tempo para pagar sua viagem à Europa.  Em outubro de 2012 ele foi  morar com a mãe em Portugal, depois decidiu ir morar sozinho na Itália. Depois disso não houve mais comunicação com a família.

"A ultima mensagem que ele mandou foi em dezembro/2012", relata sua avó, Sra Maria Hélia Oliveira Silva de 50 anos.

Ela pediu apoio ao governo do Mato Grosso para interceder junto a Embaixada, mas até agora não teve retorno. 
Quem tiver notícias informar a Polícia de MG ou ligar para (66)9243 8492.

--------------------------

Brasileiro desaparecido em Paris

Família espera por ajuda do Itamaraty para saber o que  aconteceu com  Denis Carlos Mendonça, de 35 anos, que saiu para trabalhar em 28 de março, mas não chegou ao trabalho e também não voltou para casa.

URGENTE : brasileiro desaparecido em Paris
AVIS DE RECHERCHE : brésilien disparu à Paris 

DENIS CARLOS MENDONÇA - BRÉSILIEN (35 ans)
DISPARU À PARIS ATTENTION DISPARITION

Compartilhe esta mensagem com todos os seus contatos por favor
Partagez ce message avec TOUS VOS CONTACTS SVP

DENIS CARLOS MENDONÇA,

 Nascido 30/08/1979 em Goiânia / Brasil, 34 anos, desapareceu em Paris desde 29 de março de 2013.
Né le 30/08/1979 à Goiânia / Brésil, 34 ans, a disparu à Paris depuis le 29 Mars 2013

Se alguém tiver alguma informação, favor contatar com a Polícia 

ou na França com:
Si quelqu'un a des renseignements, contactez :
Antonio Cançado de Araujo Tel. +33 (0) 6 73 01 91 31
 brasil.fr@brasil.fr

__________________________________________________



DENIS CARLOS MENDONÇA ,

Um brasileiro que mora e trabalha em Paris, há mais de 10 anos, está desaparecido há quase um mês.
Denis Carlos Mendonça, de 35 anos, saiu para trabalhar, em 29 de março, mas não chegou ao trabalho e também não retornou a sua casa.
A mãe, Maria Silvana Borges, disse que está “em desespero, porque até hoje não tem notícia” do filho, com quem falava pelo telefone todos os dias.

Denis mora com uma brasileira em Paris, mas ela não consegue ter acesso a informações da polícia francesa sobre o caso porque eles só dão informações a parentes legais.

Gilberto Brito, amigo de Denis, foi a última pessoa que teve contato com ele.
— Ele me falou que ia fazer um negócio e depois me contava.

A família diz que Denis saiu do interior de Goiás há 11 anos e foi para a França trabalhar na construção civil, deixando três filhas no Brasil.

Sua permanência no país não era legal, mas de acordo com a Secretaria de Assuntos Internacionais, se Denis estiver detido por permanência ilegal, o Consulado brasileiro na França deve entrar em contato nos próximos dois ou três dias.
A família de Denis também esteve no Itamaraty, em Brasília, mas não conseguiu nenhuma resposta sobre o que pode ter acontecido.